Mapinguari, HQ desenvolvida em parceria com o WWF-Brasil, ganha selo White Ravens

Com visual deslumbrante e roteiro ágil, HQ publicada pela FTD Educação narra as descobertas de um jovem no coração da Amazônia. 

O livro Mapinguari, escrito por André Miranda e ilustrado por Gabriel Góes, ganhou o prestigiado selo internacional White Ravens, concedido anualmente pela International Youth Library, de Munique, na Alemanha. 

A obra, uma história em quadrinhos ambientada na floresta Amazônica, é resultado da parceria entre a FTD Educação e o WWF-Brasil, organização de referência na defesa do meio ambiente, para resguardar a harmonia entre o ser humano e o planeta por meio da literatura. 

O protagonista desta HQ é José, que vive um dilema: seu projeto de vida ameaça a comunidade onde vive sua família, no interior do Acre. Lá, os seringueiros são assediados por negociantes de terras da empresa em que ele trabalha. Ao retornar a seu povoado natal, depois de anos longe de casa, José descobre a história de sua família e os valores locais — o folclore, o movimento seringalista, a cultura indígena e as riquezas da Amazônica.  

Numa narrativa conduzida sobre a fina linha que separa realidade, mito e sonho, o ser lendário mapinguari simboliza os mistérios inapreensíveis pela marcha do progresso que incendeia a mata. Na trama, José e outros personagens encaram desafios típicos da juventude: a relação tensa com a família, a sensação de não pertencimento, a vulnerabilidade social e os projetos de vida.  

O livro apresenta dois posfácios, que fornecem bons subsídios para aprofundar a leitura. No primeiro, Ciro Inácio Marcondes, doutor em comunicação e editor do blog Raio Laser, especializado em quadrinhos, faz uma análise ampla da obra, localizando-a na tradição do quadrinho brasileiro.  

No segundo, Ricardo Mello, gerente do WWF-Brasil para Amazônia, conta que o enredo foi baseado em diversas vivências da ONG no Acre. E conclui: “Faça como nosso protagonista. Escute a voz nos convidando a olhar para a Amazônia, para sua cultura, sua memória, sua floresta”. 

 WHITE RAVENS 

Criada em 1949, a Internationale Jugendbibliothek (IJB) é hoje a maior biblioteca de literatura infantil e juvenil do mundo. Localizada em Munique, Alemanha, a IJB seleciona no decorrer do ano o que consideram de maior qualidade na literatura infantojuvenil dos livros editados em mais de 50 países. 

Esta seleção, composta de 250 títulos em 30 diferentes idiomas, é divulgada numa exposição, a White Ravens, que acontece na Feira do Livro Infantil de Bolonha, Itália. 

O trabalho assenta na convicção de que os livros infantis e juvenis são parte indispensável da vida cultural de uma sociedade, devendo ser preservados, documentados e veiculados. 

CONHEÇA A OBRA 

Conheça a narrativa Mapinguari no Book Trailer da FTD Educação

APROVEITE UMA PRÉVIA DO LIVRO 

Você gostou?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Veja mais conteúdos que podem te interessar:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro: