FTD EDUCAÇÃO ANUNCIA PARCERIA COM A ACCORD LITERARY PARA LANÇAR AUTORES AFRICANOS NO BRASIL

Primeiro livro, Mesmo quando sua voz falhar, da escritora ganesa Ruby Yayra Goka, chegará ao mercado brasileiro no segundo semestre; obra aborda temas, como desigualdade social e violência contra a mulher. 

Para apresentar escritores africanos aos leitores brasileiros e divulgar a arte e a cultura da África, a FTD Educação acaba de anunciar a parceria com a agência literária internacional Accord Literary, especializada em autores emergentes de países, como Gana, Togo, Nigéria, Quênia e Zimbábue. 

O primeiro livro dessa parceria, que será lançado no segundo semestre no Brasil, é o romance juvenil Mesmo quando sua voz falhar, da autora ganesa Ruby Yayra Goka. A obra foi lançada em fevereiro, nos Estados Unidos, com o título Even when your voice shakes, em parceria da Accord com a editora Norton Books for Young Readers, que vai publicar seis livros de autores africanos até 2023, no mercado norte-americano. 

Criada em 2019, a Accord Literary é comandada pelas publishers Sarah Odedina, do Reino Unido, e Deborah Ahenkorah Osei-Agyekum, de Gana, que têm ampla experiência em publicações voltadas para o público infantil. O objetivo da agência literária é orientar, desenvolver e incentivar escritores africanos que escrevem para jovens leitores e garantir que suas histórias sejam apreciadas por crianças e adolescentes de todo mundo. 

Desde o início de 2021, a agência tem acordos de publicação na Itália, Nigéria, Reino Unido e países da comunidade britânica (Commonwealth) e nos Estados Unidos, onde fez parceria com a Norton Books for Young Readers. Agora, chega ao Brasil. 

“Essa parceria com a FTD Educação é muito significativa para a Accord. Pela diversidade do Brasil e por sua conexão histórica com a África, estamos entusiasmadas em poder contribuir para tornar os livros africanos contemporâneos disponíveis para os leitores brasileiros. Estamos orgulhosas da FTD Educação acreditar na importância de expandir a narrativa africana para os leitores do Brasil. O livro da Ruby Yayra Goka será apreciado por muitos jovens brasileiros e isso nos dá imensa alegria”, comenta a publisher Deborah Ahenkorah. 

“Acreditamos que precisamos de histórias ‘sobre’ a África ‘de’ escritores africanos e, dessa forma, ajudaremos a mudar algumas informações erradas e estereótipos sobre o continente e sua população. Os autores com quem trabalhamos mostram, através de suas histórias, que a África é um grande continente, com 54 países, e com uma infinidade de pessoas diferentes, com vidas complexas, ricas e realizadas. A narrativa, muitas vezes compartilhada no passado, nega essa sofisticação e riqueza cultural. É hora de compartilhar novas histórias”, diz a publisher Sarah Odedina. 

A Accord está trabalhando com oito autores africanos, atualmente de Gana, Togo, Nigéria, Quênia e Zimbábue, e, através de um processo de submissão aberta, está constantemente compartilhando e avaliando o trabalho de escritores em todo o continente. 

Primeiro livro 

Com previsão de lançamento para o segundo semestre no Brasil, o livro Quando minha voz falhar, da escritora ganesa Ruby Yayra Goka, aborda questões importantes, presentes em praticamente todas as sociedades, inclusive na brasileira, como: pobreza, jovens em situação de vulnerabilidade social, desigualdades sociais profundas, violência sexual e contra a mulher, abandono parental e machismo estrutural. 
Os assuntos são tratados a partir de uma perspectiva pessoal da jovem Amerley, de 16 anos, e tem grande potencial para cativar o público juvenil, além de gerar debates importantes nas salas de aula, sobre os temas tratados. 
A obra traz uma história de sobrevivência, coragem e superação pessoal. Há ainda elementos de protagonismo juvenil, uma vez que Amerley decide denunciar seu agressor e se matricular na faculdade de Direito para ajudar outras meninas. Seu projeto de vida aparece com destaque na história, já que a personagem trabalha como empregada para poder não só ajudar em casa, mas para realizar o sonho de estudar e ser costureira. 
“A parceria entre a FTD Educação e Accord Literary reforça alguns dos pilares da construção do nosso catálogo de literatura: publicar autoras negras contemporâneas cujas vozes devem ser ouvidas por todo o mundo. Mesmo quando sua voz falhar é uma história pungente, que narra a realidade de muitas mulheres africanas em busca de justiça social e respeito”, diz Isabel Lopes Coelho, publisher da FTD Educação.

Você gostou?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Veja mais conteúdos que podem te interessar:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro: