Orgulho profissional

Normalmente, associamos orgulho com um sentimento negativo, o oposto de humildade. Mas não é sempre assim. Da mesma maneira que a arrogância não é algo que devemos desenvolver em nós ou estimular nos outros, o orgulho de termos feito algo positivo nos impulsiona a continuar na trilha correta. 

E isso não se relaciona apenas com atos de generosidade ou empatia com os que sofrem, situações em que nos orgulhamos de nossa conduta. É fundamental termos uma relação boa com nossa profissão, a de professor, o que nos leva, depois de uma aula extraordinária, ou de um comentário positivo de um ex-aluno, a sentir orgulho profissional. 

Ora, por que escrever sobre isso, se isso se passa também com outras profissões? É porque, diferentemente de outras carreiras de nível superior, há um baixo reconhecimento social da profissão de professor, e a imprensa, muitas vezes, ao entrevistar um mestre fantástico, ao invés de lhe perguntar sobre suas práticas – como fariam com médicos ou cientistas- destaca as condições de trabalho da escola, em detrimento da realização daquele docente. É como se professores merecessem pena da sociedade e não respeito profissional. 

O mais triste é quando nós mesmos, professores, entramos nesta sutil armadilha e não nos consideramos com legitimidade para nos orgulhar de nossas boas práticas. Mais do que isso, alguns de nós acabam não compartilhando com seus colegas, na escola, experiências educacionais que lhes pareceram interessantes e até dúvidas profissionais. Como se não tivéssemos o direito de olhar para a mais complexa das profissões como um trabalho digno de ser valorizado nem por nós mesmos, nem por nossos pares. 

Visitando escolas em Xangai, uma das coisas que me chamou mais atenção foi o fato de que planos de aula eram compartilhados e professores mais inexperientes iam assistir as aulas de seus colegas mais proficientes, como parte de sua formação continuada. Ao me comunicar com eles, senti neles algo ainda um pouco ausente aqui: orgulho profissional. 

Não que nossos mestres não tenham motivos para se orgulhar de suas práticas: todos os anos, professores brasileiros alfabetizam alunos, ensinam-lhes conceitos sofisticados em Ciências, História ou Matemática e os preparam para desafios futuros, inclusive neles desenvolvendo competências socioemocionais, tão importantes para o século em que vivemos. Além disso, durante o fechamento das escolas por conta da COVID 19, muitos professores foram para a linha de frente, mitigaram danos à aprendizagem resultantes do isolamento, dando aulas por meio de diferentes mídias, orientando os pais e alguns até indo à residência de alunos mais vulneráveis.  

Ora, se isso não é motivo para um merecido orgulho profissional?! O melhor foi que muitos pais, sim, infelizmente nem todos, puderam com isso reconhecer a importância e a complexidade do papel do professor.  

Isso não quer dizer que é errado lutar por melhores condições de trabalho e remuneração mais apropriada à complexidade dos desafios. Mas, é bom lembrar, os profissionais que, ao invés de autopiedade – em que infelizmente alguns de nós incorrem – desenvolvem orgulho profissional, pois sabem que fazem um bom trabalho com seus alunos, sentem-se realmente confortáveis para cobrar de dirigentes e autoridades mais apoio e políticas públicas efetivas. 

Você gostou?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Veja mais conteúdos que podem te interessar:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro: