Ensino Híbrido, Decisão e Estratégia

Estamos todos em processo de reflexão sobre protocolos para a retomada das aulas presenciais, onde poderá ser aplicado o Ensino Híbrido: aulas assistidas presencialmente e online com a utilização de recursos digitais que permitem realizar atividades virtuais e em outros espaços.

Mudar exige cuidado, foco, e acima de tudo, habilidade em responder a novas experiências e novas perspectivas para uma sociedade mais justa, fraterna e sustentável. Fertilidade exige colaboração e compartilhamento em rede, insight e criatividade ao pensar novos modelos, estabelecer novas criações e inovar.

Este é um momento de mudança proativa na docência e na gestão escolar em conexão com o aluno e sua família. Analisar os modelos de Ensino Híbrido no modelo sustentado de aulas online e presenciais conjugadas, oportunizando rotação por estações, laboratório rotacional, rotação individual, sala de aula invertida é uma proposta

Pequenos avanços fazem robusta uma ideia. O sistema educacional, com o professor à frente de sua turma de alunos, segue aperfeiçoando metodologias. O mundo não é mais nítido. Vivemos um mundo em transição, híbrido. Um conjunto estratégico para o reconhecimento mais amplo de uma situação nesse aprendizado coletivo é aporte para a travessia.

Nessa passagem, o termômetro é o atendimento ao aluno, resiliência e tolerância para que essa adaptação se faça atraente e eficiente para atingir os resultados esperados, até mesmo com uma nova forma de avaliação, muito mais assertiva.

Estamos num momento de provocação, de alta reflexão sobre o ensino via autoaprendizagens. Seremos professores híbridos e teremos alunos cada vez mais protagonistas de sua trajetória, desde que haja suporte suficiente para podermos fazer um trabalho como sempre árduo, mas pleno de sucesso.

Nos procedimentos para um protocolo pedagógico para o professor, o primeiro passo é identificar como será o seu plano, como serão as aulas, e pensar nos detalhes imprescindíveis como a duração da aula, atividades e avaliação nos formatos virtuais e presenciais.

Certamente que autodidatas em acolhimento estaremos acolhendo nossos alunos e nos acolhendo como profissionais. O nosso maior desafio é escrever passo a passo, como educadores aprendizes que somos, o roteiro desse marco histórico na Educação, que pede decisão e estratégia.

Valeria Pellicano

Valeria Pellicano é Pedagoga, Especialista em Educação Especial com vasta experiência no processo de alfabetização e formação de professores. Atualmente coordena o Parque Escola Bico Amarelo – Acessibilidade e Inclusão, atendendo sistemas de ensino pelo Brasil.

Você gostou?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Veja mais conteúdos que podem te interessar:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro: