Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência

Em 21 de setembro celebra-se o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência, buscando conscientizar a sociedade sobre o desenvolvimento igualitário e inclusivo.

O preconceito e a inacessibilidade pública também são dois pontos centrais a serem debatidos durante essa data.

Oficialmente, essa data foi criada em 14 de julho de 2005,  com iniciativa do Movimento pelos Direitos das Pessoas Deficientes – MDPD.

Mas e a inclusão escolar?

São muitos os desafios da pessoa com deficiência nesse quesito. “O aluno, sua individualidade, deve vir antes de qualquer diagnóstico. A partir do conhecimento dele é que se parte para as adaptações necessárias, fazer um plano de suporte, para inserir o aluno naquele ambiente”, diz Liliane Garcez, psicóloga, educadora e idealizadora do Coletivxs, organização que realiza projetos colaborativos e inclusivos.

O papel dos educadores é fundamental quando há um estudante de inclusão na turma. “É muito importante que professores tomem a frente e foquem em atuar seguindo metodologias de acordo com o Modelo Social de Deficiência, com a neurodiversidade, com os estudos mais recentes sobre as inteligências múltiplas. E que façam pesquisas sobre os impactos desse período (da pandemia de Covid-19) em seus trabalhos e no desenvolvimento de seus alunos. Criatividade e estratégia de bons profissionais são essenciais”, fiz Rita Louzeiro, pedagoga e presidente da Associação Brasileira para Ação por Direitos das Pessoas Autistas (Abraça).

E a inclusão na pandemia, como fica?

O começo da pandemia de Covid-19 e sua extensão por mais de um ano, forçaram as aulas on-line como realidade para todos os estudantes, de todas as idades.

Para os estudantes de inclusão, que têm alta demanda de suporte, a falta de acompanhamento e de adaptação material durante a pandemia trouxe uma sobrecarga ainda maior para professores e para familiares. “Este momento da Educação jogou mais luz em uma desigualdade que já existia na Educação como um todo”, acrescenta Liliane.

A inclusão segue seu rumo

O acesso a uma escola inclusiva passa por muitas questões complicadas, mas isso não quer dizer que, atualmente, tenhamos um cenário ruim. As boas notícias começam simplesmente pelo fato de que estamos falando mais sobre o assunto. Informações, leis, convenções e estudos pedagógicos estão ali, ao nosso alcance, no computador.

Segundo dados do Censo Escolar da Educação Básica de 2020, o percentual de matrículas de estudantes com deficiência em classe comum aumentou de 89,5% em 2016, para 93,3% em 2020.

Veja as sugestões de série, filme e documentário sobre o tema.

Série de TV: Atypical

Sam, autista leve, é apaixonado pela Antártida e tem uma família que o apoia muito. É bacana acompanhar sua vida escolar, com dificuldades e vitórias.

Filme: Temple Grandin

Cinebiografia da ativista que se transformou na maior especialista em manejo de gado do mundo.

Documentário: Em um mundo interior

Primeiro documentário brasileiro sobre o tema, aborda a vida de sete famílias de crianças e adolescentes autistas, entre 3 e 19 anos, de diferentes regiões e classes sociais.

A FTD Educação apoia a inclusão escolar, um tema de extrema importância para toda a sociedade.

Conte com a gente. Sempre!  😉


Texto original escrito por MANUELA AQUINO

Você gostou?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Veja mais conteúdos que podem te interessar:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro: